CASOS DE AUTOGESTÃO NO BRASIL: UMA META-SÍNTESE

##plugins.themes.academic_pro.article.main##

Drdo. Raphael Camargo Penteado
Dr. Elcio Gustavo Benini
Dr. Daniel Teotonio do Nascimento
Drdo. Gustavo Henrique Petean
Drdo. Gabriel Gualhanone Nemirovsky

Resumen

Este estudo teve como objetivo apresentar um ensaio teórico acerca das tentativas de organização autogeridas no Brasil. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica de estudos prévios utilizando a metodologia meta-síntese, conforme proposta por Hoon. No desenho da pesquisa foi detalhado os procedimentos para a realização da meta-síntese, na qual 76 artigos foram recuperados e 11 utilizados para a elaboração da análise transversal e síntese, resultando em um avanço teórico para além do que foi proposto individualmente nos estudos de caso utilizados. Verificou-se que tais empreendimentos não constituem organizações verdadeiramente autogeridas, mas se aproximam desse modo de organização, e promovem alternativas de trabalho, renda e possibilidade de bem-estar social, bem como buscam se estruturar de forma coletiva, voluntária e solidária. Devido a tais características desses empreendimentos é possível apoio governamental na forma de linhas de crédito e programas de fomento. Além disso, o estudo demonstra que a participação da universidade, por meio de incubadoras, é fundamental para um processo educacional voltado ao coletivismo e a formas de gestão mais participativas. Sendo assim, o presente estudo conclui que a atuação conjunta do poder público e da universidade nessas organizações produtivas são imprescindíveis para que essas se constituam e se desenvolvam.

##plugins.themes.academic_pro.article.details##

Cómo citar
Penteado, Raphael, Elcio Benini, Daniel Teotonio do Nascimento, Gustavo Henrique Petean, y Gabriel Nemirovsky. 2020. «CASOS DE AUTOGESTÃO NO BRASIL: UMA META-SÍNTESE». Revista Inclusiones 7 (2):366-90. https://revistainclusiones.org/index.php/inclu/article/view/280.