AS VIVÊNCIAS DE PESSOAS ADULTAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA NA RELAÇÃO COM A ESCOLARIDADE E CONCEPÇÕES DE MUNDO

##plugins.themes.academic_pro.article.main##

Dr. Ivanise Gomes de Souza Bittencourt
Mg. Neiza de Lourdes Frederico Fumes

Resumen

Este estudo é resultado de uma Tese de Doutorado em Educação defendida na Universidade
Federal de Alagoas em 2018 e analisou as vivências de pessoas adultas com Transtorno do Espectro
Autista (TEA) com relação à escolaridade e concepções de mundo, para evidenciar aspectos que as
potencializaram e/ou as fragilizaram no seu desenvolvimento e participação social. A abordagem
histórico-cultural de Vygotski constituiu o aporte teórico desta pesquisa, que utilizou a narrativa de
vida com unidade de análise a categoria vivência. Foi realizado em 2017 com quatro indivíduos com
TEA, oralizados, com idades entre 30 e 36 anos, no município de Maceió-Alagoas-Brasil, a partir de
entrevistas narrativas. Constatou-se que as vivências dos participantes, em seus espaços
familiares/escolares/sociais, refletiram em suas escolaridades e concepções de mundo, com
impactos no desenvolvimento, constituição, posição social, nas apropriações e atividades no mundo.

##plugins.themes.academic_pro.article.details##