ENTRE NECROPOLÍTICAS E RUMOS PARA VIDAS VIVIVEIS: ÉTICA E TEORIA CRÍTICA COMO INSTRUMENTOS

##plugins.themes.academic_pro.article.main##

Dra. Vanessa Ribeiro Simon Cavalcanti
Dr. Antonio Carlos da Silva

Resumen

Tendo a escritura literária como recurso e fonte, o presente artigo delineia questões sobre gênero e
poder, observando o estilo ensaístico e uma abordagem a partir da Teoria Crítica. Dentre de um
contexto paradoxal, pensar e produzir expressões que enfatizam a necessária construção de
solidariedades e lutas comuns contra o patriarcado, o colonialismo e o capitalismo, tanto o acervo
clássico quanto contemporâneo trazem material-prima e fontes históricas – escritas – para
compreender as ontologias do poder e o reconhecimento da categoria gêneros. Deste modo, a
metodologia delineada é de caráter histórico crítico, com base documental em obras literárias que
retrataram formas de transgressão e mirada crítica. A aproximação com epistemologias feministas e
produção historiográfica contemporânea permitiram descritivo histórico, mas especialmente
fundamentos teóricos para (re)fundar uma abordagem ética, inclusiva, justa.

##plugins.themes.academic_pro.article.details##